Altas no mercado do boi gordo podem aquecer o mercado de reposição

07/08/2017

O cenário ainda é de pressão de baixa para o mercado de reposição. Com o ritmo lento nas negociações que se arrasta desde o primeiro semestre, a oferta de animais se acumulou e, com isso, as cotações seguem pressionadas. No balanço semanal, na média de todas as categorias de machos e fêmeas anelorados pesquisados pela Scot Consultoria, houve queda de 0,5%. Desde o início do ano até o momento, o recuo registrado é de 9,1%.

O que podemos destacar neste momento é que com o mercado do boi gordo apontando para a retomada de firmeza, os negócios no mercado de reposição podem ganhar fôlego no curto prazo.  Já é possível ver em algumas regiões um início de especulação.

É claro que isto ainda não teve força para uma mudança de cenário, mas já começamos a enxergar maiores movimentações. Outro fato que também gera expectativa é a tendência de aumento no volume de animais confinados no segundo giro de confinamento. Com o mercado futuro mais firme para os vencimentos do último trimestre, é possível obter resultado positivo com o confinamento neste segundo giro e isso tende a aumentar a procura por categorias mais eradas, e as negociações podem ser maiores para estas categorias.